Sem título Você tem medo de quê? Os alunos dos 4° e 5° anos da EM de Tempo Integral Antônio Luis Alves Pequeno, Itumbiara (GO), narraram histórias de coragem, mas também contaram para a equipe de BÚ! quais são seus maiores medos e o que eles entendem por “coragem”. Essa iniciativa é para poucos. Parabéns, meninos e meninas!

Confira agora a narrativa das crianças, alunas da professora Marli Dantas da Silva:

A Menina – Lilian  Nunes  Soares (16 anos), 5° ano:

Era uma vez uma menina. Ela era corajosa tudo que mandava fazer, ela fazia mas certa vez caiu numa emboscada prenderam ela e ai ela se lamentou disse:que nunca mais ia fazer coisas errada ,mas certa vez ela disse:mãe quero ir a aula ,a mãe ficou admirada e falou:sim filha vou colocar na escola a menina que era mau,se tornou legal.
Teve muitos amigos legais e hoje ela é uma linda garota que se transformou em uma advogada essa é a história.

 

A Coragem –  José  Antônio Borges Pinto (15 anos), 5° ano:

Era uma vez um urso que vivia em uma floresta.
Ele era o mais bonitinho de todos os bichos embora todos eles achasse que ele não tinha coragem.
E como em toda floresta tem um valentão e lá tinha um grande rei muito valentão.
Um dia aconteceu o inesperado um grande pregador e destruiu o rei como seu império, e como todo se achava mais coragem do que o jovem urso. Mas um animal teve coragem para enfrentar o grande rei e o jovem urso enfrentar o rei e derrotou ele. Ele se tornou o animal mas corajoso da floresta. O rei dela era um monstro que ele era capaz.

 

Eu tenho medo… – Lilian  Nunes  Soares (16 anos), 5° ano:

Eu tenho medo que o mundo acabe e que eu não possa mostrar tudo de bom aos meus filhos. Porque tudo no mundo está pra acabar, nós não estamos se importando com o mundo assim. Não da tudo esta pra acabar nós temos que ajudar o mundo. Porque sim não ele acaba e nós também. Sem ele como vamos sobreviver. Esse é o meu maior medo!

 

Medo – Maykon Morais Rocha (12 anos), 4° ano:

Eu tenho medo de altura, de cair do alto, se machucar e depois minha mãe ficar magoada, porque pra eu não ir muito longe e eu não ir muito longe e eu não obedecer.
Tenho medo de ficar sozinho.
Eu tenho medo de escuro, porque pode ter, uma cobra ou se não um escorpião.

 

Coragem – Lucas Flauzino Fideles Silva (16 anos), 5° ano:

Coragem é não ter medo de pular de altura de 100 metros, de pular de um helicóptero, de correr na frente de um carro em movimento, não ter medo de viajar de avião, coragem de passar na frente de uma moto em movimento.

 

Eu tenho medo – Alessandra Dias de Paula (15 anos), 5° ano:

Eu tenho medo de perder minha mãe ou meu pai.
Eu tenho medo que meu irmão batam de moto.
Eu tenho medo de pular de uma ponte dentro de rio.
Eu tenho medo de nadar em rio perigoso onde já morreu gente.

 

O Meu Medo – Jesonias Correia Dantas Neto (14 anos), 4° ano:

O meu medo é que a barragem estoura e vai em inundar a cidade e a minha família, morrer e ficar só eu sozinho para cuidar da minha casa e para eu arrumar a minha casa.
Sozinho vai ser muito difícil.

 

Meu Medo – Jesonias Correia Dantas Neto (14 anos), 4° ano:

Eu tenho medo de que alguém me pega para retira uns órgãos par vender, para outras pessoas viver. E eu morrer. E depois minha mãe fica me preocupando e ela não sabe que eu estou morto. No dia que ela fica sabendo pela a televisão, ela vai chorar muito, porque eu era um menino muito bom para todo mundo.

 

O que eu tenho medo – José Antônio Borges Pinto (15 anos), 5° ano:

Eu tenho medo de ficar sozinho e perder as pessoas que eu gosto de verdade. Como já aconteceu.
E também de fazer as pessoas sofrer e de não dar conta das coisas do mundo, mesmo sabendo que sou capaz de muita coisa. Na verdade eu sou é inseguro com muita coisa.
Parece ser difíceis só por isso tenho medo de não dar conta.

 

O Medo – Gabriele Bauane Alves Guimarães (14 anos), 4° ano:

Eu tenho medo do mundo acabar e eu ficar sozinha. Porque os seres humanos estão matando a natureza, está matando os animais, destruindo o mundo. Estão matando mãe, pai, avós, os tios, as tias, os primos. Estão matando esse mundo. Estão todos doidos, mexendo com drogas, estão matando até os policiais.

 

Meu Medo – Gabrielli de Oliveira da Silva (15 anos), 5° ano:

Tenho medo de o mundo acabar, da barragem estourar, medo de terremoto, medo de algo desabar, tipo casas prédios, tenho medo de avalanches, medo de chuvas fortes, de trovões, raios, medo de enchentes, medo de desastre, medo de não haver água no mundo, medo de ficar sozinha, de perder alguém que amo muito.

 

O Medo – Edgar de Sousa Rezende Filho (14 anos), 5° ano:

Eu tenho medo que um dia o mundo pode acabar. Eu tenho medo de morrer e que a barragem estoura, eu tenho medo que um dia eu viajo de carro e nós batemos e capota o carro e que meus pais nunca morre se Deus quiser.

 

O Medo – Gleiciele de Jesus Oliveira (14 anos), 5° ano:

O que eu tenho mais medo é perder minha família e meus amigos. E também, se o mundo acabar tenho medo também de rato e barata.Tenho medo de um dia ser roubada. E de fazer as pessoas que gosta de mim sofrer. E também tenho medo de perder várias pessoas querida. Como já perdi que Deus levou e muito triste mais fazer o que né chegou a hora deles.

 

Medo – Vitor Hugo Santana:

Eu tenho medo do mundo acabar comigo e com meu pai.
Eu tenho medo da minha família me deixar.
Eu tenho medo da minha cidade acabar.
Eu tenho medo, que um dia meus pais morrerem e meus avôs me deixarem.
Eu tenho medo, das árvores morrerem e dos desmatamentos da natureza.